Checklist: 9 dicas para escolher a melhor transportadora

Quando procuramos uma transportadora, não apenas nos preparamos para realizar um investimento financeiro. Mas, confiamos que ela possa fazer a entrega das nossas mercadorias com pontualidade e segurança. Por isso, é fundamental que a escolha seja realizada com muita atenção e cuidado. Confira as dicas que elencamos neste conteúdo:

1 Reputação da empresa

A reputação de uma transportadora é algo muito importante, por isso, antes de contratar os serviços de qualquer empresa, é fundamental buscar mais informações sobre a sua idoneidade.

Pesquise o que os outros clientes, colaboradores e fornecedores costumam falar dela na internet, como em redes sociais, Google Meu Negócio, Reclame aqui, entre outros.

Com isso, você pode descobrir quais são as principais deficiências nos serviços da transportadora e de que forma elas podem afetar o seu negócio.

2 Posicionamento e foco da transportadora

É interessante prestar atenção neste item, para não errar na hora de contratar uma transportadora sem experiência no seu segmento de negócio.

Por exemplo, existem transportadoras que operam para B2C, ou seja, diretamente com entregas para o consumidor final, conhecido como o transporte doméstico. E, empresas que operam com o B2B, que tratam de negócios apenas com outras empresas.

Algumas transportadoras atuam somente no transporte nacional, outras somente no transporte internacional, outras atuam nos dois modelos. Outras transportadoras trabalham com perfis específicos de mercadorias como: cargas em regime DTA, cargas consolidadas, cargas fracionadas, algumas operam diretamente em aeroportos e portos. Enfim, cada transportadora possui suas características pessoais. Portanto, avalie com cuidado.

3 Licenças e Certificações

As licenças e certificações nem sempre significam garantia de qualidade para o nível de serviço prestado pela transportadora, mas é um critério importante na hora de escolher o seu parceiro no transporte.

Lembre-se de que as certificações existem por um motivo: ajudar as empresas a melhorarem os seus processos — como, a ISO 9001 e ANVISA, por exemplo, que estabelecem normas relacionadas à qualidade dos processos.

Por isso, verifique se a transportadora possui algumas licenças e certificações que sejam importantes, pois representam um diferencial positivo para a empresa.

4 Frota

Solicite a transportadora que informe qual é a composição da sua frota: marca, modelo, ano de fabricação e, se possível, o estado de conservação. Pois essa medida ajuda a entender se a empresa trabalha com veículos mais novos ou mais antigos.

Não se esqueça de que, quanto mais velha for a frota, mais riscos você correrá de sofrer com atrasos na entrega, em virtude da performance dos veículos e de eventuais estragos. Caminhões e carros antigos com manutenção duvidosa podem trazer riscos e comprometer o prazo das entregas.

O gestor também deve desconfiar se a transportadora não permitir que a sua frota seja avaliada. É de vital importância ter conhecimento sobre os veículos que irão transportar os seus preciosos ativos ou dos seus clientes.

5 Estrutura

O fornecedor precisa ter uma estrutura adequada para oferecer os serviços de entrega de acordo com as necessidades do seu negócio.

Nesse momento, devem-se avaliar questões como a quantidade de veículos disponíveis, de modo que, a transportadora possa absorver a sua demanda. Também se a empresa possui galpões seguros e com espaço para armazenagem das suas mercadorias.

É relevante também considerar o tipo de veículo. Cargas mais pesadas exigem caminhões maiores e mais robustos, cargas refrigeradas, como alimentos ou medicamentos, necessitam que os veículos devem ser equipados com câmara fria. 

O importante é verificar com antecedência para evitar problemas no futuro.

Sabemos que a guerra de preços no transporte rodoviário é um desafio e tanto, mas, nem sempre o mais barato é a melhor solução. Custo-benefício não é sinônimo de mais barato.

O custo-benefício é interessante quando há um equilíbrio entre o valor investido e o retorno sobre o investimento (ROI). Assim, a sua empresa obtém os resultados esperados com o transporte rodoviário e pode dar foco no seu core-business, principalmente, nos setores da empresa que mais necessitam de atenção.

Para conferir mais dicas do checklist sobre como escolher a melhor transportadora para o transporte rodoviário, Acesse agora mesmo o Material Exclusivo e Gratuito que preparamos para você:

Checklist: 9 Dicas para escolher a melhor transportadora

Newsletter

Nosso conteúdo na sua caixa de entrada

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Ao clicar no botão "Inscrever-se", você concorda com nossos Política de Privacidade