Transporte rodoviário

Transporte de medicamentos: Tudo o que você precisa saber

O transporte de medicamentos deve seguir algumas disposições legais e tem particularidades que não existem em outros tipos de transporte. Para manter a segurança e qualidade dos medicamentos, é preciso respeitar uma série de regras durante a sua fabricação, armazenagem e venda.

No caso dos fármacos, eles têm uma sensibilidade às variações de iluminação, umidade e temperatura. Por isso, toda a logística que engloba o serviço deve ser especial para que o produto chegue com qualidade ao consumidor.

Para entender melhor sobre esse assunto e compreender as boas práticas no transporte de medicamentos, leia nosso conteúdo.

Quais as boas práticas para o transporte de medicamentos?

Exercer as atividades de transporte de remédios não é simples. Por isso, antes de contratar uma transportadora é importante verificar se todas as regras impostas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Anvisa -estão sendo seguidas.

Os dispositivos legais mais importantes são a Portaria 1052/98 e a Resolução nº 329/99, que dispõem sobre a autorização de funcionamento no transporte de medicamentos, pagamento de taxas, documentação e autorização especial.

Além dessas, existem outras legislações e boas práticas que precisam ser seguidas pelos profissionais da área de logística para a garantia da segurança. Confira algumas delas:

Necessidade de um farmacêutico na equipe

A transportadora que realiza o transporte de medicamentos deve ter em sua equipe um farmacêutico inscrito regularmente no Conselho Regional de Farmácia,  exigido pela Anvisa.

Esse profissional é responsável por garantir que os produtos sejam registrados, que exista uma rotina de limpeza do caminhão e do ambiente, que os colaboradores tenham o treinamento necessário e que todas as regras estejam sendo cumpridas.

O profissional também é responsável por receber as cargas e verificar qualquer inconformidade no produto. Somente com um farmacêutico na equipe, o distribuidor poderá obter a autorização de funcionamento e a emissão da licença necessária para exercício da atividade.

Gerenciamento de estoque

A qualidade dos medicamentos deve ser observada em todas as etapas, principalmente, quando o operador logístico também é responsável pela armazenagem do produto. De nada adianta possuir excelência no transporte de medicamentos, se não há gestão no estoque e a mercadoria se perde ali mesmo.

Portanto, no caso das empresas que também fazem o armazenamento, é importante ter entradas e saídas registradas, para que não haja desvios e roubos de materiais e possuir câmaras frias, para garantir a segurança dos remédios, como vacinas, insulina e quimioterápicos.

Além disso, o farmacêutico também deve avaliar a temperatura necessária para cada tipo de medicamento. Afinal, alguns remédios precisam ficar em temperaturas entre 2ºC a 8ºC e outros que podem ficar em temperaturas mais altas até 20ºC.

Utilize caminhões adequados para o transporte de medicamentos

Os produtos farmacêuticos devem ser transportados com um cuidado especial. No caso de longas distâncias, o baú refrigerado se faz necessário para manter a temperatura baixa. Em pequenas distâncias, caixas térmicas podem ser suficientes.

Mas, antes de fazer a escolha, é necessário conversar com clientes e entender o que está será transportado, verifique quais são as embalagens necessárias, pense em todos os imprevistos que podem ocorrer e siga as instruções do farmacêutico. Nesse caso, é melhor pecar pelo excesso, e evitar que uma variação de temperatura estrague o medicamento.

Planeje bem as rotas

Profissionais de logística sabem como é importante planejar bem uma rota. Essa organização garante que os produtos sejam entregues rapidamente e a um menor custo.

No caso do transporte de medicamentos, esse planejamento também deve garantir que o produto seja entregue no seu estado perfeito. Sendo assim, é preciso escolher opções de rotas com melhores vias, a fim de prevenir acidentes e diminuir as possibilidades de roubo de cargas.

Além disso, o transportador deve evitar rodovias e portos muito congestionados, pois a carga não deve ficar parada no sol, pois isso pode comprometer a qualidade do produto.

Rastreie as cargas

Um dos aspectos mais relevantes do transporte de fármacos é a possibilidade de rastreabilidade. Desde a produção, é obrigatório que os remédios sejam registrados e rastreados para evitar falsificações, desvios ou roubos.

Assim, a melhor maneira de realizar esse rastreio é utilizar um sistema em tempo real, que garanta que a rota planejada será seguida ou que a transportadora possua uma apólice de seguro robusta.

Essa prática dá mais segurança ao cliente que contrata a empresa, à transportadora que presta o serviço e ao caminhoneiro.

Quais os principais desafios no transporte de medicamentos?

A prática no transporte de medicamentos requer muitos cuidados. Os principais desafios vividos pelas transportadoras estão no armazenamento, na capacitação dos profissionais e no próprio transporte.

Embora a Anvisa exija uma série de normas, existe uma certa dificuldade na fiscalização e muitos transportes ocorrem de maneira inadequada, colocando os produtos em risco e quebrando a confiança do cliente. Por isso, é importante escolher uma empresa que preze pela segurança e qualidade.

Outro desafio das transportadoras é realizar o treinamento de toda a equipe de colaboradores e criar um manual interno de boas práticas. Mesmo possuindo um farmacêutico na empresa, é importante que todos os envolvidos no processo entendam a necessidade de cuidado com o manuseio, armazenagem e controle de temperatura desse tipo de mercadoria.

Ao colocar todas essas informações em um manual e realizar treinamentos periódicos, fica mais fácil manter o padrão do serviço prestado.

Por fim, mesmo com um planejamento, imprevistos podem acontecer, como: o caminhão apresentar problemas, a rodovia estar interditada ou a carga ser roubada. Todos esses fatores prejudicam o transporte dos medicamentos e geram prejuízos.

Como escolher uma empresa para o transporte de medicamentos?

O transporte de medicamentos exige que uma série de regras seja seguida para a garantia da entrega com qualidade. Por isso, antes de escolher uma transportadora, é importante pesquisar o seu histórico e verificar se todas as boas práticas são realizadas.

A TSA Cargo possui quase 3 décadas de mercado, sendo especialista nesse tipo de transporte. Com o apoio dos profissionais da área, a empresa garante a qualidade, higiene e responsabilidade necessários no transporte de medicamentos.

Confie os seus medicamentos com especialistas no transporte de cargas farmacêuticas refrigeradas

Fale agora com nossos especialistas

Newsletter

Nosso conteúdo na sua caixa de entrada

Thank you! Your submission has been received!
Oops! Something went wrong while submitting the form.
Ao clicar no botão "Inscrever-se", você concorda com nossa Política de Privacidade